Moradores de Serrinha reclamam da falta de transporte

O distrito Serrinha, em Campos dos Goytacazes, fica a quase 60 quilômetros do Centro. Muitas pessoas têm dificuldade de usar o transporte público. As redes sociais são usadas para denúncias sobre o problema que vem se arrastando há meses. Moradores da região procuraram o Terceira Via para falarem da situação que se agravou nas últimas semanas. A falta de transporte público no distrito persiste desde 12 de janeiro, segundo os usuários. A empresa Trans Leal cobre a linha de modo emergencial, sem a estrutura necessária para atender a região. “Os veículos quebram diariamente. Os assentos e portas estão danificados. A Prefeitura está ciente da situação, mas não tomou providências”, reclama uma moradora de Serrinha que preferiu não se identificar. Por meio de nota, o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) informou que notificou o consórcio responsável em janeiro. “Diante das negativas, o IMTT suspendeu a ordem de serviço e autorizou o atendimento emergencial por duas empresas da cidade. Em contato com a associação de moradores, o Instituto tem ajustado a operação para atender os horários pedidos pela população”, conclui. O post Moradores de Serrinha reclamam da falta de transporte apareceu primeiro em Terceira Via.

Moradores de Serrinha reclamam da falta de transporte

O distrito Serrinha, em Campos dos Goytacazes, fica a quase 60 quilômetros do Centro. Muitas pessoas têm dificuldade de usar o transporte público. As redes sociais são usadas para denúncias sobre o problema que vem se arrastando há meses. Moradores da região procuraram o Terceira Via para falarem da situação que se agravou nas últimas semanas. A falta de transporte público no distrito persiste desde 12 de janeiro, segundo os usuários. A empresa Trans Leal cobre a linha de modo emergencial, sem a estrutura necessária para atender a região. “Os veículos quebram diariamente. Os assentos e portas estão danificados. A Prefeitura está ciente da situação, mas não tomou providências”, reclama uma moradora de Serrinha que preferiu não se identificar. Por meio de nota, o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) informou que notificou o consórcio responsável em janeiro. “Diante das negativas, o IMTT suspendeu a ordem de serviço e autorizou o atendimento emergencial por duas empresas da cidade. Em contato com a associação de moradores, o Instituto tem ajustado a operação para atender os horários pedidos pela população”, conclui.

O post Moradores de Serrinha reclamam da falta de transporte apareceu primeiro em Terceira Via.