Secretário de Desenvolvimento Social do estado visita cidades atingidas por enchente no Noroeste Fluminense

Bruno Dauaire foi para a região nesta segunda-feira (22) para acompanhar o trabalho de assistência às famílias atingidas por inundação provocada pelas cheias dos rios Carangola, Itabapoana e Muriaé. O secretário estadual Bruno Dauaire foi ao Noroeste Fluminense para acompanhar o trabalho das equipes nas cidades atingidas pela enchente Divulgação O secretário de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Bruno Dauaire está no Noroeste Fluminense nesta segunda-feira (22) para acompanhar o trabalho de assistência às famílias atingidas pelas cheias dos rios Carangola, Itabapoana e Muriaé. De acordo com o Governo do Estado, equipes da pasta atuam desde o final de semana em Porciúncula, Natividade, Bom Jesus do Itabapoana e monitoram a situação dos demais municípios da região. Marca de lama no muro mostra altura que a água chegou após cheia do rio Carangola, em Porciúncula, no RJ Divulgação/Prefeitura de Porciúncula Apenas em Porciúncula, uma das cidades mais atingidas pelas cheias, 3.235 pessoas deixar suas casas devido à enchente causada após uma forte chuva que atingiu a cabeceira do rio Carangola, no estado de Minas Gerais. Durante a visita, Bruno Dauaire se reuniu com o prefeito de Porciúncula Léo Coutinho. “Desde o primeiro momento, orientei a secretaria para priorizar o trabalho de assistência a essas famílias atingidas pela enchente na região. De imediato, enviamos materiais mais urgentes, como produtos de higiene pessoal. Também estamos colocando à disposição o cofinanciamento federal para o Serviço de Proteção em Situações de Calamidades Públicas e Emergências, além dos benefícios socioassistenciais que poderão ser direcionados às famílias em situação de vulnerabilidade”, afirmou Bruno. Diferentes bairros ficaram totalmente inundados em Porciúncula após cheia do Rio Carangola Prefeitura de Porciúncula/Divulgação Entre os desalojados em Porciúncula, 146 não tinham para onde ir e foram encaminhados para abrigos. Outras 8.600 pessoas foram afetadas de alguma forma pelas inundações. Já em Bom Jesus do Itabapoana, segundo a Prefeitura, há um total de 53 desalojados e 13 famílias desabrigadas. No momento, dois abrigos provisórios estão em funcionamento. Água baixou e deixou rastros de lama nas ruas de Natividade, no RJ João Vitor Brum/Inter TV Ainda de acordo com a pasta, a secretaria também está em contato com autoridades e monitora a situação de outras cidades atingidas pelas cheias dos rios, como Natividade, Itaperuna, Italva e Cardoso Moreira. A orientação para a população é para, em qualquer situação de emergência, entrar em contato com a Defesa Civil através do número de telefone 199. Vídeos: RJ Inter TV1

Secretário de Desenvolvimento Social do estado visita cidades atingidas por enchente no Noroeste Fluminense

Bruno Dauaire foi para a região nesta segunda-feira (22) para acompanhar o trabalho de assistência às famílias atingidas por inundação provocada pelas cheias dos rios Carangola, Itabapoana e Muriaé. O secretário estadual Bruno Dauaire foi ao Noroeste Fluminense para acompanhar o trabalho das equipes nas cidades atingidas pela enchente Divulgação O secretário de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Bruno Dauaire está no Noroeste Fluminense nesta segunda-feira (22) para acompanhar o trabalho de assistência às famílias atingidas pelas cheias dos rios Carangola, Itabapoana e Muriaé. De acordo com o Governo do Estado, equipes da pasta atuam desde o final de semana em Porciúncula, Natividade, Bom Jesus do Itabapoana e monitoram a situação dos demais municípios da região. Marca de lama no muro mostra altura que a água chegou após cheia do rio Carangola, em Porciúncula, no RJ Divulgação/Prefeitura de Porciúncula Apenas em Porciúncula, uma das cidades mais atingidas pelas cheias, 3.235 pessoas deixar suas casas devido à enchente causada após uma forte chuva que atingiu a cabeceira do rio Carangola, no estado de Minas Gerais. Durante a visita, Bruno Dauaire se reuniu com o prefeito de Porciúncula Léo Coutinho. “Desde o primeiro momento, orientei a secretaria para priorizar o trabalho de assistência a essas famílias atingidas pela enchente na região. De imediato, enviamos materiais mais urgentes, como produtos de higiene pessoal. Também estamos colocando à disposição o cofinanciamento federal para o Serviço de Proteção em Situações de Calamidades Públicas e Emergências, além dos benefícios socioassistenciais que poderão ser direcionados às famílias em situação de vulnerabilidade”, afirmou Bruno. Diferentes bairros ficaram totalmente inundados em Porciúncula após cheia do Rio Carangola Prefeitura de Porciúncula/Divulgação Entre os desalojados em Porciúncula, 146 não tinham para onde ir e foram encaminhados para abrigos. Outras 8.600 pessoas foram afetadas de alguma forma pelas inundações. Já em Bom Jesus do Itabapoana, segundo a Prefeitura, há um total de 53 desalojados e 13 famílias desabrigadas. No momento, dois abrigos provisórios estão em funcionamento. Água baixou e deixou rastros de lama nas ruas de Natividade, no RJ João Vitor Brum/Inter TV Ainda de acordo com a pasta, a secretaria também está em contato com autoridades e monitora a situação de outras cidades atingidas pelas cheias dos rios, como Natividade, Itaperuna, Italva e Cardoso Moreira. A orientação para a população é para, em qualquer situação de emergência, entrar em contato com a Defesa Civil através do número de telefone 199. Vídeos: RJ Inter TV1