Promotora de vendas que morreu com Covid-19 pediu orações nas redes sociais quatro dias antes

Shirley Sigalo morreu aos 37 anos, oito dias depois do seu aniversário. Amigos e parentes da moradora de Bauru (SP) postaram homenagens nas redes sociais. Amigos lamentaram morte de promotora por Covid em Bauru Facebook/Reprodução A promotora de vendas que morreu com Covid-19 aos 37 anos, em Bauru (SP), pediu orações nas redes sociais quatro dias antes de não resistir à doença. A publicação de Shirley Sigalo teve centenas de comentários. "Estou internada por conta da Covid-19, peço orações para mim e minha família", publicou Shirley no dia 4 de março. Promotora que morreu com sintomas da Covid pediu orações dias antes em Bauru Facebook/Reprodução Segundo a família, Shirley Sigalo não resistiu às complicações da doença e teve uma parada cardiorrespiratória na madrugada de segunda-feira (8). Veja os números da pandemia no centro-oeste paulista Nas redes sociais, dezenas de parentes e amigos publicaram homenagens para a promotora, que morreu oito dias depois de seu aniversário, celebrado no dia 28 de fevereiro. “Difícil acreditar que você se foi amiga , vítima desse vírus”, diz uma das mensagens. “Triste realidade, Covid fez mais uma vítima”, diz outro internauta. “Uma amiga! Uma menina cheia de vida e de sonhos! Guerreira! Cuidou do pai como nunca vi ninguém fazer! Com um amor gigante! Sempre com um sorriso! Criou também um menino lindo que já está um jovenzinho! E essa madrugada nós a perdemos para o Covid”, lamenta uma amiga. Morte de promotora com sintomas da Covid repercutiu nas redes sociais em Bauru Facebook/Reprodução Nas mensagens, muitos também citaram a doença e pediram cuidado na prevenção ao vírus. “Essa doença é séria gente. Por favor e por amor, fiquem casa, saia só se precisar mesmo, use álcool gel”, postou outro usuário. Shirley foi enterrada às 15h desta segunda-feira (8) no Cemitério Cristo Rei, em Bauru, em cerimônia sem velório. Veja mais notícias no G1 Bauru e Marília VÍDEOS: Assista às reportagens da região

Promotora de vendas que morreu com Covid-19 pediu orações nas redes sociais quatro dias antes

Shirley Sigalo morreu aos 37 anos, oito dias depois do seu aniversário. Amigos e parentes da moradora de Bauru (SP) postaram homenagens nas redes sociais. Amigos lamentaram morte de promotora por Covid em Bauru Facebook/Reprodução A promotora de vendas que morreu com Covid-19 aos 37 anos, em Bauru (SP), pediu orações nas redes sociais quatro dias antes de não resistir à doença. A publicação de Shirley Sigalo teve centenas de comentários. "Estou internada por conta da Covid-19, peço orações para mim e minha família", publicou Shirley no dia 4 de março. Promotora que morreu com sintomas da Covid pediu orações dias antes em Bauru Facebook/Reprodução Segundo a família, Shirley Sigalo não resistiu às complicações da doença e teve uma parada cardiorrespiratória na madrugada de segunda-feira (8). Veja os números da pandemia no centro-oeste paulista Nas redes sociais, dezenas de parentes e amigos publicaram homenagens para a promotora, que morreu oito dias depois de seu aniversário, celebrado no dia 28 de fevereiro. “Difícil acreditar que você se foi amiga , vítima desse vírus”, diz uma das mensagens. “Triste realidade, Covid fez mais uma vítima”, diz outro internauta. “Uma amiga! Uma menina cheia de vida e de sonhos! Guerreira! Cuidou do pai como nunca vi ninguém fazer! Com um amor gigante! Sempre com um sorriso! Criou também um menino lindo que já está um jovenzinho! E essa madrugada nós a perdemos para o Covid”, lamenta uma amiga. Morte de promotora com sintomas da Covid repercutiu nas redes sociais em Bauru Facebook/Reprodução Nas mensagens, muitos também citaram a doença e pediram cuidado na prevenção ao vírus. “Essa doença é séria gente. Por favor e por amor, fiquem casa, saia só se precisar mesmo, use álcool gel”, postou outro usuário. Shirley foi enterrada às 15h desta segunda-feira (8) no Cemitério Cristo Rei, em Bauru, em cerimônia sem velório. Veja mais notícias no G1 Bauru e Marília VÍDEOS: Assista às reportagens da região