Prefeitura de SP antecipa vacinação de idosos com 80 anos ou mais

Prefeitura de SP antecipa vacinação de idosos com 80 anos ou mais
Prefeitura de SP antecipa vacinação de idosos com 80 anos ou mais para este sábado
Prefeitura de SP antecipa vacinação de idosos com 80 anos ou mais para este sábado Divulgação

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou nesta quinta-feira (25) que a vacinação de pessoas acima de 80 anos contra covid-19 será antecipada na capital para este sábado (27). A estimativa é de que mais 140 mil idosos sejam imunizados. Será possível receber uma dose da vacina nas 82 AMAs (Assistência Médica Ambulatorial) e nos cinco postos drive-thru.  

A partir de segunda-feira (1º), o público alvo poderá ser vacinado também nas 468 UBSs (Unidades Básicas de Saúde). Na mesma data, profissionais de saúde autônomos que tenham 55 anos ou mais e que não estejam na linha de frente de combate ao novo coronavírus também serão imunizados.

A vacinação também foi estendida a 3.500 profissionais que atuam na Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e lidam diretamente com idosos ou população em situação de rua. Entre eles, os que trabalham nos CDIs, CEAs, e nas unidades Pop Rua. 

O número de casos de covid-19 está em alta na cidade de São Paulo, o que preocupa as autoridades sanitárias. Nesta quinta, a ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na rede municipal é de 72% e na rede privada, de 70%.

Apesar da alta, o prefeito garantiu que há vagas para pacientes com covid. "Aqui ninguém ficou sem atendimento, mas é importante que a população reforce as medidas protetivas contra o coronavírus", disse Covas.

Ele também comemorou a aprovação de mais três parcelas do auxílio emergencial na cidade de São Paulo, projeto votado nesta quarta-feira (24) pela Câmara de Vereadores. Segundo Covas, o pagamento será em março, abril e maio no valor de R$ 100 para cada pessoa inscrita no Bolsa Família ou no programa "Tô Legal", voltado a ambulantes e trabalhadores informais.

Na decisão dos vereadores, também foi autorizada a compra direta de vacinas pela prefeitura, se necessário, para completar a imunização de todos os moradores.