Prefeita diz que aumento de casos de Covid impulsionou o uso de pulseiras em pacientes: 'Temos que diminuir'

Medida começou a valer na segunda-feira (8), em Nova Granada (SP). Morador que descumprir medida será multado em R$ 300. Moradores com suspeita ou confirmação da Covid-19 devem usar pulseiras de identificação em Nova Granada (SP) Monize Poiani/TV TEM A Prefeita de Nova Granada (SP), Tania Liana Toledo Yugar (PSD), determinou que pacientes com suspeita ou diagnosticados com Covid-19 usassem pulseiras de identificação depois de constatar um aumento acelerado no número de casos positivos da doença. "Tivemos cinco óbitos na semana passada, três na nossa cidade porque foi difícil encaminhamento. Todo Brasil está nesse colapso de saúde. A primeira onda da Covid enfrentamos bem. Paramentamos o pronto-socorro com respiradores, bomba de infusão, tudo o que é necessário. O suporte é até achar vaga nos hospitais de referência, que estão saturados. Rio Preto, Araçatuba, Santa Fé, Jales, não aguentam mais receber pacientes. Temos que diminuir a contaminação", afirma. De acordo com o decreto, que começou a valer nesta segunda-feira (8), o morador que procurar por atendimento médico com sintomas do coronavírus vai receber uma pulseira amarela, que indica a necessidade de isolamento até o recebimento do resultado do exame. Caso o paciente receba o diagnóstico positivo, ele vai receber uma pulseira vermelha, que só pode ser retirada com autorização médica. Quem tirar a pulseira ou ser flagrado descumprindo o isolamento domiciliar será multado em R$ 300. “Infelizmente, o comércio tem que pagar o preço por algumas pessoas que são irresponsáveis. A Vigilância Sanitária está detonando festas no meio de canaviais e em empreendimentos imobiliários que ainda não estão habitados”, afirmou a prefeitura. Além de constatar o aumento no número de casos positivos de Covid-19 e considerar a atual situação dos hospitais da região noroeste paulista, a prefeita diz que recebeu muitas denúncias de pacientes que realizavam o teste, mas não cumpriam o isolamento social, colocando em risco outras pessoas. Nova Granada publica decreto que obriga uso de pulseiras para pacientes com Covid-19 “Se você está confinado em casa, ninguém vai saber se você está usando uma pulseira amarela, vermelha ou verde. Você está fazendo seu papel. Agora, se você assinou um papel dizendo que não vai sair, mas está saindo, você, com essa identificação, poderá ser multado”, contou As pulseiras serão entregues na Unidade Respiratória, que fica na Santa Casa de Nova granada. Todas possuem um lacre. Apenas o médico responsável poderá quebrá-lo no momento em que o paciente receber alta. “Acreditamos ser uma medida que traz uma restrição à liberdade das pessoas que está portando muito menor do que algumas restrições que estão sendo aplicadas pelos demais entes federados”, disse o procurador de Nova Granada, Heitor Pereira Avoglio. O avanço da Covid-19 preocupa as autoridades de Nova Granada. Na semana passada, três pacientes morreram à espera de vagas em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Todos receberam assistência e medicação, mas não conseguiram vagas leitos em hospitais da região. Por conta da situação, mais seis leitos de enfermaria serão instalados em um espaço que fica ao lado da Santa Casa. A medida será tomada para desafogar o atendimento. “Esses outros leitos serão equipados também para a gente tentar segurar o paciente por mais tempo até sair a vaga”, contou a secretária de Saúde de Nova Granada, Quézia Corrêa da Cunha. Até a noite de segunda-feira, Nova Granada tinha 1.763 casos positivos de Covid-19. Deste total, 1.572 estavam recuperados e 38 tinham morrido. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Saúde. Pacientes com Covid-19 recebem pulseira de identificação em Nova Granada Reprodução/TV TEM Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba VÍDEOS: veja as reportagens da região R

Prefeita diz que aumento de casos de Covid impulsionou o uso de pulseiras em pacientes: 'Temos que diminuir'

Medida começou a valer na segunda-feira (8), em Nova Granada (SP). Morador que descumprir medida será multado em R$ 300. Moradores com suspeita ou confirmação da Covid-19 devem usar pulseiras de identificação em Nova Granada (SP) Monize Poiani/TV TEM A Prefeita de Nova Granada (SP), Tania Liana Toledo Yugar (PSD), determinou que pacientes com suspeita ou diagnosticados com Covid-19 usassem pulseiras de identificação depois de constatar um aumento acelerado no número de casos positivos da doença. "Tivemos cinco óbitos na semana passada, três na nossa cidade porque foi difícil encaminhamento. Todo Brasil está nesse colapso de saúde. A primeira onda da Covid enfrentamos bem. Paramentamos o pronto-socorro com respiradores, bomba de infusão, tudo o que é necessário. O suporte é até achar vaga nos hospitais de referência, que estão saturados. Rio Preto, Araçatuba, Santa Fé, Jales, não aguentam mais receber pacientes. Temos que diminuir a contaminação", afirma. De acordo com o decreto, que começou a valer nesta segunda-feira (8), o morador que procurar por atendimento médico com sintomas do coronavírus vai receber uma pulseira amarela, que indica a necessidade de isolamento até o recebimento do resultado do exame. Caso o paciente receba o diagnóstico positivo, ele vai receber uma pulseira vermelha, que só pode ser retirada com autorização médica. Quem tirar a pulseira ou ser flagrado descumprindo o isolamento domiciliar será multado em R$ 300. “Infelizmente, o comércio tem que pagar o preço por algumas pessoas que são irresponsáveis. A Vigilância Sanitária está detonando festas no meio de canaviais e em empreendimentos imobiliários que ainda não estão habitados”, afirmou a prefeitura. Além de constatar o aumento no número de casos positivos de Covid-19 e considerar a atual situação dos hospitais da região noroeste paulista, a prefeita diz que recebeu muitas denúncias de pacientes que realizavam o teste, mas não cumpriam o isolamento social, colocando em risco outras pessoas. Nova Granada publica decreto que obriga uso de pulseiras para pacientes com Covid-19 “Se você está confinado em casa, ninguém vai saber se você está usando uma pulseira amarela, vermelha ou verde. Você está fazendo seu papel. Agora, se você assinou um papel dizendo que não vai sair, mas está saindo, você, com essa identificação, poderá ser multado”, contou As pulseiras serão entregues na Unidade Respiratória, que fica na Santa Casa de Nova granada. Todas possuem um lacre. Apenas o médico responsável poderá quebrá-lo no momento em que o paciente receber alta. “Acreditamos ser uma medida que traz uma restrição à liberdade das pessoas que está portando muito menor do que algumas restrições que estão sendo aplicadas pelos demais entes federados”, disse o procurador de Nova Granada, Heitor Pereira Avoglio. O avanço da Covid-19 preocupa as autoridades de Nova Granada. Na semana passada, três pacientes morreram à espera de vagas em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Todos receberam assistência e medicação, mas não conseguiram vagas leitos em hospitais da região. Por conta da situação, mais seis leitos de enfermaria serão instalados em um espaço que fica ao lado da Santa Casa. A medida será tomada para desafogar o atendimento. “Esses outros leitos serão equipados também para a gente tentar segurar o paciente por mais tempo até sair a vaga”, contou a secretária de Saúde de Nova Granada, Quézia Corrêa da Cunha. Até a noite de segunda-feira, Nova Granada tinha 1.763 casos positivos de Covid-19. Deste total, 1.572 estavam recuperados e 38 tinham morrido. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Saúde. Pacientes com Covid-19 recebem pulseira de identificação em Nova Granada Reprodução/TV TEM Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba VÍDEOS: veja as reportagens da região R