Morte de Kobe, um dos maiores atletas da história, completa 1 ano

Morte de Kobe, um dos maiores atletas da história, completa 1 ano

Nesta terça-feira, dia 26 de janeiro, se completa um ano da morte de Kobe Bryant. Um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos, o astro sofreu um acidente de helicóptero e perdeu a vida na região de Calabasas, na Califórnia

Além de Kobe, que tinha 41 anos na época, estavam no helicóptero Gianna, uma de suas filhas, e mais sete pessoas: o piloto Ara Zobayan; Sarah Chester e sua filha Payton; Christina Mauser, que foi assistente de Bryant na equipe Mamba Sports Academy; e John Altobelli, técnico de beisebol do Orange Coast College por muitos anos, sua mulher Keri e sua filha Alyssa

Todos viajavam do Aeroporto John Wayne, em Orange County, para a cidade de Newbury Park, no Condado de Ventura, Califórnia, onde o time de Gianna, Alyssa e Payton faria um jogo pelo Mamba Academy, que tinha Kobe Bryant como proprietário e técnico

Não é exagero dizer que os EUA (e grande parte do mundo) parou por um instante na manhã daquele 26 de janeiro. Pouco antes do meio dia (horário local), os boatos de sua morte começaram a aparecer

Pouco tempo depois, os arredores do Staples Center, a arena onde Bryant viveu noites de glória com os Lakers, tornaram-se no centro de uma homenagem improvisada por fãs que mal acreditavam no que tinha acontecido

Camisas com 8 e 24 nas costas, cartazes com o nome de Kobe, flores de cores roxo e dourado e muitas outras homenagens foram feitas ao ex-jogador

Astros do esporte também se manifestaram. Michael Jordan, considerado o amor jogador de basquete de todos os tempos, falou que Kobe era como "um irmão mais novo" para ele

A mulher de Kobe, Vanessa Bryant, optou por um enterro reservado, quase às escondidas, para poder se despedir do marido e da filha com mais privacidade

Quase um mês após sua morte, no dia 24 de fevereiro, ganharam uma "celebração pela vida" no Staples Center

Em uma cerimônia bastante emotiva e com vários shows, mais de 20 mil pessoas foram ao ginásio para lembrar do ídolo

Em outubro, Kobe recebeu a maior homenagem que poderia: o Los Angeles Lakers, time em que atuou ao longo de 20 anos, foi campeão da NBA e, claro, o antigo astro foi bastante lembrado

O grande craque da equipe na atualidade, LeBron James, dedicou a conquista ao antigo amigo, dizendo que ele e seus companheiros atuaram pela memória de Kobe

As causas do acidente que acabou com a vida de Bryant e outras oito pessoas tem sido motivo de discussão, sem que se tenha chegado a uma conclusão definitiva até aqui

Ela deve vir no dia 9 de fevereiro, quando a Junta Nacional de Segurança em Transporte (NTSB) vai anunciar as suas conclusões de uma longa investigação

Até o momento, a tese de que o piloto tenha se confundido por conta de um forte nevoeiro, é a que mais faz sentido

Enquanto isso, a viúva do jogador, Vanessa, denunciou a companhia de helicópteros por suposta negligência na morte do seu marido

Ela também abriu um processo contra o escritório do xerife do condado de Los Angeles, já que jornais publicaram que alguns policiais tiraram fotos de Kobe morto

Em 20 temporadas na NBA, todas pelos Lakers, Kobe conquistou cinco títulos, dois prêmios de MVP (jogador mais valioso) das finais, um MVP da temporada regular, além de 18 indicações para o All-Star Game

Ele ainda se tornou o terceiro maior cestinha da história da NBA. No ano passado, foi ultrapassado por LeBron James, estando agora na quarta posição

Pela seleção americana, Kobe Bryant ainda conquistou duas medalhas de ouro olímpicas, em Pequim, 2008, e Londres, em 2012