Gabigol chega a quatro meses sem completar um jogo pelo Flamengo

Gabigol chega a quatro meses sem completar um jogo pelo Flamengo
Lance
Lance Lance

A presença de Gabriel Barbosa no banco de reservas foi uma das novidades de Rogério Ceni na partida contra o Ceará, domingo, na qual o Flamengo foi derrotado por 2 a 0 no Maracanã. Ao entrar em campo somente na etapa final, o camisa 9 chegou a quatro meses sem disputar uma partida completa. A última vez que Gabi atuou os 90 minutos foi em 17 de setembro de 2020.

Desde a vitória por 5 a 0 sobre o Independiente Del Valle (EQU), na fase de grupos da Copa Libertadores, Gabigol disputou nove partidas: foi substituído seis vezes, recebeu um cartão vermelho e e saiu do banco de reservas duas vezes. Neste período, o atacante fez quatro gols - dois contra o Santos, na vitória por 4 a 1 pelo Brasileirão, um contra o Racing (ARG), no 1 a 1 pela Liberta, e outro contra o São Paulo, na derrota por 2 a 1 na Copa do Brasil.

> Confira a tabela completa e simule as próximas rodadas do Brasileirão!

Os quatro meses sem completar uma partida são marcados pela grave lesão sofrida pelo atacante diante do Independiente Del Valle, em 30 de setembro. Durante este período, o camisa 9 também cumpriu suspensão automática contra o Fortaleza, na última partida de 2020, pela expulsão contra o Bahia.

A recuperação durou cerca de um mês, com o atacante voltando contra o Atlético-MG, em 8 de novembro, quando o Fla era treinado por Dome Torrent.

Como o Flamengo só volta a campo na próxima segunda, dia 18 de janeiro, Gabi já terá alcançado quatro meses sem disputar um jogo todo pelo clube.

GABIGOL SOB O COMANDO DE ROGÉRIO CENI

O jogo contra o Ceará foi o 12º de Rogério Ceni no comando do Fla. Gabriel Barbosa participou de sete destas partidas, sendo o duelo deste domingo, no Maracanã, o primeiro que o camisa 9 não foi titular. Porém, o treinador o substituiu em todas outras oportunidades (São Paulo, Atlético-GO, Racing, Santos e Fluminense), com a exceção do confronto com o Bahia, quando o atacante foi expulso. Ou seja, Gabigol nunca atuou 90minutos com o treinador.