Enfermeira, Jussara Alves é a 1ª vacinada contra a Covid-19 em Quissamã, no RJ

Jussara Alves, de 40 anos, trabalha na UTI Covid-19 do Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus (HMMMJ). Nesta primeira fase, 344 pessoas devem ser imunizadas em Quissamã. Jussara Alves, de 40 anos, primeira a receber a vacina em Quissamã, RJ, trabalha na UTI Covid-19 do Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus (HMMMJ) Phillipe Moacyr A enfermeira Jussara Alves, de 40 anos, foi a primeira a receber a dose da vacina contra a Covid-19, a CoronoaVac, em Quissamã, no Norte Fluminense. A imunização aconteceu por volta das 12h desta terça-feira (19), no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus (HMMMJ). Servidora do Hospital Mariana Maria de Jesus há mais de dez anos, Jussara Alves é especialista no tratamento em UTI e, desde o início da pandemia, está trabalhando no atendimento aos pacientes com Covid-19. "É um momento de muita emoção e de agradecimento para todos que estão envolvidos nesta nova fase. Todos estão ansiosos pela vacina e ser a primeira imunizada em Quissamã é muito especial. Como profissional da Saúde, especialmente da linha de frente, quero falar que a vacina é segura e que todos devem se imunizar, sem medo", disse Jussara Alves. De acordo com a Prefeitura, outros trabalhadores do setor foram vacinados ao longo do dia no HMMMJ e no Centro de Triagem Respiratória (CTR). Primeira etapa Nesta primeira etapa 344 pessoas vão receber a vacina contra a Covid-19 em Quissamã. De acordo com a Prefeitura, por causa da quantidade de vacinas entregues pelo Ministério da Saúde, seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Imunização, os profissionais de Saúde da linha de frente do combate à doença serão imunizados nesta primeira fase da campanha. "A campanha está sendo iniciada hoje (terça-feira), repleta de esperança. Neste primeiro momento, seguindo as orientações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde, estamos vacinando os profissionais da linha de frente da Saúde. A vacina chega em um momento importante para combater uma pandemia, com muita expectativa da população", conta a prefeita Fátima Pacheco. A vacina CoronaVac deve ser aplicada em duas doses por paciente, com intervalo entre 14 e 28 dias entre as aplicações.

Enfermeira, Jussara Alves é a 1ª vacinada contra a Covid-19 em Quissamã, no RJ

Jussara Alves, de 40 anos, trabalha na UTI Covid-19 do Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus (HMMMJ). Nesta primeira fase, 344 pessoas devem ser imunizadas em Quissamã. Jussara Alves, de 40 anos, primeira a receber a vacina em Quissamã, RJ, trabalha na UTI Covid-19 do Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus (HMMMJ) Phillipe Moacyr A enfermeira Jussara Alves, de 40 anos, foi a primeira a receber a dose da vacina contra a Covid-19, a CoronoaVac, em Quissamã, no Norte Fluminense. A imunização aconteceu por volta das 12h desta terça-feira (19), no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus (HMMMJ). Servidora do Hospital Mariana Maria de Jesus há mais de dez anos, Jussara Alves é especialista no tratamento em UTI e, desde o início da pandemia, está trabalhando no atendimento aos pacientes com Covid-19. "É um momento de muita emoção e de agradecimento para todos que estão envolvidos nesta nova fase. Todos estão ansiosos pela vacina e ser a primeira imunizada em Quissamã é muito especial. Como profissional da Saúde, especialmente da linha de frente, quero falar que a vacina é segura e que todos devem se imunizar, sem medo", disse Jussara Alves. De acordo com a Prefeitura, outros trabalhadores do setor foram vacinados ao longo do dia no HMMMJ e no Centro de Triagem Respiratória (CTR). Primeira etapa Nesta primeira etapa 344 pessoas vão receber a vacina contra a Covid-19 em Quissamã. De acordo com a Prefeitura, por causa da quantidade de vacinas entregues pelo Ministério da Saúde, seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Imunização, os profissionais de Saúde da linha de frente do combate à doença serão imunizados nesta primeira fase da campanha. "A campanha está sendo iniciada hoje (terça-feira), repleta de esperança. Neste primeiro momento, seguindo as orientações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde, estamos vacinando os profissionais da linha de frente da Saúde. A vacina chega em um momento importante para combater uma pandemia, com muita expectativa da população", conta a prefeita Fátima Pacheco. A vacina CoronaVac deve ser aplicada em duas doses por paciente, com intervalo entre 14 e 28 dias entre as aplicações.